FRESAMENTO

 

Conceito

 

Consiste numa operação de usinagem em que o metal é removido por uma ferramenta giratória – denominada fresa – de múltiplos gumes cortantes. Cada gume remove uma pequena quantidade de metal em cada revolução do eixo onde a ferramenta é fixada. A maquina ferramenta que realiza a operação é denominada fresadora.

 

A operação propicia a usinagem de superfícies apresentando qualquer orientação, porque tanto a peça quanto a ferramenta podem se movimentar em mais de uma direção, ao mesmo tempo.

 

 

Parâmetros Geométricos

 

Principais movimentos:

 

A – movimento de avanço.

B – movimento de corte.

C – curso útil de uma das navalhas.

 

 

Na fresamento os cavacos são retirados através da rotação da fresa. A fresa é uma ferramenta de vários gumes cortantes, assim cada corte só fica em contato com a peça durante alguns instantes da rotação podendo ser refrigerado ao longo do resto do ciclo.

 

Tipos de processos de fresar

 

Fresamento Cilíndrico

Fresamento Cilíndrico Discordante

Fresamento Cilíndrico Concordante

 

Fresamento Frontal

 

Variáveis e Parâmetros de Corte

 

No fresamento, assim como nos demais processos de usinagem, existe uma série de importantes parâmetros de corte a considerar. Eles descrevem quantitativamente os movimentos, as dimensões e outras características da operação de corte.

 

Parâmetros de Movimento:

 

 

 

Tipos de Fresadoras

 

Fresadora Horizontal: tem esse nome porque o mandril porta fresa se encontra na horizontal.

 

Fresadora Vertical: tem esse nome porque o mandril porta fresa se encontra na vertical.

 

Fresadora Paralela: A fresadora paralela é usada para a usinagem de peças pesadas por oferecer um suporte mais rígido.

 

Tipos de Fresas

 

As fresas são feitas principalmente de aço rápido, exceto quando são fresas muito grandes, quando são então feitas de aço de ferramenta (por ser mais barato) e nela são inseridas navalhas de aço rápido.

 

 

 aPasso pequeno - apropriado     para aço duro

 bPasso médio - apropriado para aço macio

 cPasso grande - apropriado para metais leves em geral

α – ângulo de folga.

β – ângulo de cunha.

γ – ângulo de saída.

 

Posição das navalhas

 

 

aFresa com navalhas paralelas – abrange o cavaco em toda a sua largura, rendimento de corte reduzido.

 

bFresa com navalhas helicoidais – corte mais silencioso, quando uma navalha deixa a peça à outra já começa o corte, e os cavacos escoam para o lado da ferramenta.

 

Formato das fresas

 

Fresas cilíndricas: possuem gumes exclusivamente na sua periferia, usadas para o debaste e acabamento de superfícies.

 

 

Fresas em forma de disco: serras circulares usadas para corte de peças e fresamento de ranhuras estreitas.

 

 

Fresas de Topo: fresas verticais de topo são como fresas frontais cilíndricas de diâmetro reduzido. O cabo é usado para fixação. São usadas somente para cortes ligeiros.

 

 

Fresas de Forma: usadas para a fresamento de guias prismáticas, usinagem de guias em ângulo e para trabalhos menores de fresamento por reprodução.

 

 

Exemplos de Aplicação:

  

RASGO DE CHAVETA

 

Rasgo de chaveta em um eixo sendo feita por uma fresadora vertical usando uma fresa de topo.

 

CABEÇOTE DE MOTOR

 

Rasgo de aleta de refrigeração em cabeçote de motor com uso de fresa em forma de disco.